Doenças

Tratamento do vírus do papiloma

O tratamento do papilomavírus é um método abrangente de eliminar os sintomas da infecção, suas causas por métodos cirúrgicos e terapêuticos. Neoplasias benignas - papilomas - podem ocorrer em diferentes partes do corpo ou membranas mucosas. Na maioria das vezes, essas formações são inofensivas, mas há situações em que sua remoção é necessária para impedir a degeneração da educação em um tumor oncológico. É por isso que o tratamento do HPV é muito importante para realizar corretamente, aderindo a todas as recomendações da medicina tradicional.

Terapia medicamentosa

Não é possível curar completamente o vírus do papiloma em um curto espaço de tempo. Para resolver o problema, é importante usar drogas antivirais e imunomoduladoras para prevenir a disseminação da doença e a malignidade das formações resultantes. Todas as drogas na forma de pastilhas, injeções ou supositórios prescrevem-se a pacientes depois do diagnóstico.

Se um especialista diagnosticar um HPV não oncogênico em um paciente, a terapia medicamentosa, como regra, não é realizada, e o paciente recebe um diagnóstico de controle em um ano. Quando grupos de HPV com alto risco oncogênico são detectados nos resultados de testes sem manifestações clínicas, os médicos também não prescrevem medicamentos, mas realizam o monitoramento diagnóstico da condição do paciente a cada três meses. Se os sintomas da doença são expressos, isto é, as neoplasias já surgiram, elas devem ser eliminadas neste caso, e então o paciente é prescrito terapia antiviral e imunomoduladora. A cada 3 meses, o médico monitora a saúde do paciente. Se as manifestações clínicas do HPV tiverem uma natureza maligna, o paciente é encaminhado para consulta a um oncologista, que prescreve exames complementares e medidas terapêuticas.

O tratamento abrangente do papilomavírus envolve o uso de drogas, o uso de pomadas e supositórios locais especiais, bem como o uso de métodos de tratamento destrutivo na remoção de lesões. Mas a mera remoção do papiloma do HPV no corpo não pode ser curada, o vírus tem um alto risco de recorrência, portanto a terapia medicamentosa eficaz é usada neste contexto.

Para o tratamento de drogas papilomavírus são utilizados a partir de grupos de imunoestimulantes, antivirais, homeopatia, preparações para a destruição de tumores e drogas citotóxicas. Os primeiros 3 grupos de medicamentos podem ter uma forma diferente (comprimido, injeção e outros) e são usados ​​para combater a causa da doença, e os dois últimos grupos são usados ​​para remover gradualmente as formações que surgiram.

Os imunoestimulantes são usados ​​nos estágios iniciais da doença apenas no diagnóstico de imunidade enfraquecida por meio de um imunograma. Na maioria das vezes, esses medicamentos são prescritos no início de uma clínica de patologia como parte integrante da terapia complexa.

O objetivo do uso de imunoestimulantes é fortalecer e ativar funções de proteção no organismo, promovendo a síntese de anticorpos que combatem vírus e infecções. Se você usar imunoestimulantes em combinação com drogas antivirais, o efeito deste último será muitas vezes maior.

A eficácia dos imunomoduladores utilizados no tratamento do HPV dependerá das reações individuais do paciente e do complexo de tratamento do qual eles são parte integrante. Mas na maioria dos casos, com uma clínica pronunciada de papilomavírus e o uso de imunomoduladores, a doença torna-se regressiva e pode até desaparecer completamente.

A eficácia do uso de agentes antivirais contra o HPV não é cientificamente comprovada, uma vez que uma droga especializada para combater o HPV ainda não foi encontrada. Drogas antivirais com ampla faixa de efetividade ajudam na luta contra este vírus, dependendo do estágio, forma e características individuais do organismo na doença. O objetivo dos medicamentos antivirais é devido à necessidade de reduzir a carga viral no corpo e prevenir a multiplicação da infecção.

Esses fundos podem ser usados ​​para monoterapia e para fazer parte de um tratamento abrangente.

A ferramenta mais popular e suficientemente eficaz que é prescrita pelos médicos quando o HPV é detectado é a droga Viferon, que é uma classe de interferon natural. Viferon tem um efeito imunomodulador no organismo, contribuindo para a formação de proteção local inespecífica. Pode ser usado externamente e na forma de supositórios retais. Os medicamentos mais eficazes que são prescritos aos pacientes para a detecção do HPV podem ser resumidos na tabela de medicamentos farmacológicos usados ​​para tratar o HPV.

Drogas usadas para tratar o HPV
Nome comercialIngrediente ativoGrupo Farmacêutico
GenferonTaurina, benzocaína, interferonAgentes antimicrobianos e antiparasitários. Drogas antivirais. Interferon
ViferonInterferonAgentes antimicrobianos e antiparasitários. Drogas antivirais. Interferon
ImunalSuco Echinacea PurpureaDrogas, processos corretivos de imunidade. Drogas, estimulando processos imunológicos
AnaferonAnticorpos purificados por afinidade para interferon gama humanoMedicamentos homeopáticos
BronhomunalBactérias liofilizadas de lisado: Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae, Klebsiella pneumoniae, Klebsiella ozaenae, Staphylococcus aureus, Streptococcus viridans, Streptococcus pyogenes, Moraxella catarrhalis.Drogas, processos corretivos de imunidade. Drogas, estimulando processos imunológicos
ErgoferonOs anticorpos humanos interferon gama são purificados por afinidade, anticorpos para histamina são purificados por afinidade, anticorpos para CD4 são purificados por afinidadeAntiviral, anti-histamínico
DerinatDesoxirribonuclato de sódioDrogas, processos corretivos de imunidade. Drogas, estimulando processos imunológicos
IngaronInterferão gama humano (recombinante)Agentes antimicrobianos e antiparasitários. Drogas antivirais. Interferon
Irs 19Mistura de lisados ​​de bactérias (Streptococcus pneumoniae, tipo I + Streptococcus pneumoniae, tipo II + Streptococcus pneumoniae, tipo III + Streptococcus pneumoniae, tipo V + Streptococcus pneumoniae, tipo VIII + Streptococcus pneumoniae, tipo XII + HaemologilusOutros imunomoduladores
TrekrezanMetilfenoxiacetato de oxietilamônioDrogas, processos corretivos de imunidade. Drogas, estimulando processos imunológicos
Isoprinosina, Groprinosina, NormodedPranobex inosina (inosiplex)Agentes antimicrobianos e antiparasitários. Drogas antivirais.

Drogas antivirais de outros grupos

PolioxidonioPolioxidonioDrogas, processos corretivos de imunidade. Drogas, estimulando processos imunológicos
EpígenosÁcido glicirrízico ativadoAgentes antimicrobianos e antiparasitários.

Drogas antivirais.

Drogas antivirais de outros grupos

Remoção de papilomas por métodos cirúrgicos

É possível recorrer a remoção

Alguns papilomas que aparecem no corpo não causam nenhum inconveniente a uma pessoa, enquanto outros são capazes de crescer, criando tanto defeitos estéticos como inconveniências físicas. Em caso de desconforto por parte do papiloma, é sempre removido, mas se vale a pena retirar as formações, se a sua aparência não trouxer nenhum inconveniente, é necessário entender cada caso.

Acontece que os papilomas desaparecem por conta própria após um certo período de tempo. Isso é mais comum nos casos em que o HPV é causado por uma redução temporária da defesa imunológica devido a situações estressantes, doença, excesso de trabalho. Às vezes, a própria educação desaparece em crianças de qualquer idade, quando o sistema imunológico começa a funcionar plenamente e a formar a barreira apropriada. Contudo, nunca independentemente passe papillomas com uma perna e nas membranas mucosas - verrugas genitais. A decisão de remover tais papilomas é sempre feita pelo médico, uma vez que há sempre vários fatores que influenciam a decisão de remover imediatamente um tumor. Estes incluem a oncogenicidade da cepa do HPV, a localização do papiloma, o tamanho e muito mais.

Moxabustão com nitrogênio líquido

A maneira mais aceitável de eliminar papilomas hoje é o método de cauterizá-los com nitrogênio líquido ou criodestruição. A técnica pode ser realizada pelo método de hardware usando uma criopreservação ou manualmente, o que é mais praticado em salas de cosmetologia.

Para usar uma técnica de cryodestruction de hardware, é necessário um equipamento especial.

Neste caso, o nitrogênio líquido é alimentado para a formação usando um bocal de metal especial, que pode ter várias formas. Ao usar o método manual, um cotonete comum é usado, que é torcido em um bastão e embebido em nitrogênio líquido. Com o método de hardware, a área de exposição ao nitrogênio líquido é mais precisa, e a profundidade de congelamento da pele pode ser controlada pela expansão da área de tratamento. No caso da criodestruição manual, a profundidade de congelamento nem sempre pode ser controlada, uma vez que o tampão geralmente não está muito apertado na superfície da pele e está propenso a deformações.

A criodestruição é realizada nas seguintes etapas:

  1. Na fase preparatória, os pacientes com um baixo limiar de dor ou com uma grande área de proliferação do papiloma são anestesiados com uma solução anestésica local. Em outros casos, os pacientes são aconselhados a tomar qualquer anestésico por via oral, 1 hora antes do procedimento.
  2. No estágio de congelamento direto ou criodestruição, o nitrogênio líquido é exposto à área do papiloma. Ao mesmo tempo, o período de validade para 1 ponto é de apenas alguns segundos, então em 5 minutos você pode congelar até 40 papilomas no corpo. Antes da criodestruição, o paciente é avisado sobre possível formigamento no local de aplicação do nitrogênio no momento do congelamento.
  3. Na fase final, a área de tratamento da pele com nitrogênio líquido é desinfetada por desinfetantes.

A necessidade de criodestruição em cada caso é determinada pelo médico assistente. Se um paciente tem um risco de degeneração do papiloma em um tumor maligno, a remoção é necessária. Os fatores que influenciam a necessidade de criodestruição são:

  • dano mecânico ao neoplasma;
  • nível reduzido de imunidade do paciente;
  • uso de contraceptivos orais;
  • maus hábitos do paciente;
  • localização de crescimentos em lugares que são regularmente feridos no processo de vida.

Além disso, a conduta de criodestruição é indicada para o desconforto estético e físico do paciente a partir da presença de papiloma no corpo.

As principais contraindicações para o uso do método de criodestruição são infecções agudas no corpo do paciente, processos inflamatórios nos órgãos internos, tipos atípicos de tumores e intolerância patológica ao frio. A cicatrização e a pigmentação dos tecidos no local da aplicação da criopreserva podem se tornar possíveis complicações após a remoção das verrugas com nitrogênio líquido. Entre os efeitos colaterais desse procedimento, especialistas distinguem o inchaço dos tecidos circunvizinhos, que ocorre devido à ativação do sistema imunológico e desaparece em poucos dias, e ao surgimento de bolhas no local de criodestruição de grandes verrugas, que posteriormente ficam cobertas de crostas.

Pomadas e loções

Nas farmácias de hoje, você pode comprar muitas loções e pomadas especiais para remover papilomas nas áreas mais delicadas da pele. Os produtos mais leais que são recomendados para serem aplicados até mesmo na pele das pálpebras incluem cremes com Aldar, Ziclar, géis Epigen, Panavir, Veregen pomada. Essas pomadas contêm componentes antivirais que ajudam não apenas a se livrar dos papilomas, mas também aumentam a imunidade no local da destruição.

É necessário usar unguentos para cauterização da educação apenas com terapia complexa do vírus, que deve ser realizada com a ajuda de imunomoduladores em comprimidos e agentes antivirais.

Neste caso, multivitaminas, que irão melhorar o sistema imunológico e sua prontidão para produzir anticorpos protetores para o vírus, não irão interferir.

A pomada mais acessível, que pode ser papiloma derrotado, é a pomada salicílica, proporcionando efeitos keralot, bactericidas e regenerantes no tecido afetado. Ao abrir os poros com pomada salicílica, é possível neutralizar a flora patogênica dos tecidos. O meio é aplicado pontualmente na área afetada, sem afetar o tecido circundante sadio, o qual pode ser aplicado com a queimadura.

Em qualquer farmácia, você também pode encontrar soluções prontas para remover papilomas. Com a ajuda de tais soluções, será necessário fazer loções, o que levará à morte da microflora patogênica na área da pele e eliminará o papiloma. A solução mais famosa para loções contra Papillomas Papilayt. Consiste em componentes naturais que são seguros para o corpo e tem um efeito suave nos papilomas das mãos ou pálpebras.

Para estimular a secagem de papilomas, você pode usar loções com papiluksom - um meio pronto, que tem várias fases sucessivas de exposição ao papiloma. Papilyuks também tem uma composição natural que é completamente segura para humanos. Deve-se notar que o uso de pomadas e loções para auto-remoção de papilomas é possível apenas nas superfícies visíveis da pele e somente se é sabido que a cepa de HPV é não-oncogênica.

Método cirúrgico

Sob o método cirúrgico de remoção de crescimentos refere-se à remoção física de papilomas com um bisturi.

A operação de remoção é indicada pelos médicos se o tamanho da neoplasia exceder 3 centímetros de diâmetro.

Ao realizar a manipulação, o cirurgião primeiro desinfecta a área ao redor do crescimento e do próprio crescimento com desinfetantes, realiza as manipulações com anestesia local e procede à excisão direta da neoplasia. Após o papiloma ser removido, ele deve ser enviado para exame histológico para determinar a natureza oncológica de suas células. 2 semanas após a operação, a ferida sob a verruga removida é totalmente apertada e cicatriza.

As principais indicações para a cirurgia de papiloma são:

  • grandes tamanhos de formações, suas espécies profundas e planas;
  • a necessidade de eliminação urgente do papiloma;
  • malignidade do papiloma;
  • a inadmissibilidade de outros métodos para remover a educação.

As principais vantagens da excisão do papiloma clássico são o descarte completo do problema em 1 operação, baixa probabilidade de recidiva neste caso, segurança da manipulação, ausência de grande lista de contraindicações ao procedimento, preço razoável para a maioria dos pacientes.

Entre as desvantagens da remoção cirúrgica dos papilomas pode-se observar a ocorrência de uma cicatriz no local da excisão e, às vezes - uma cicatriz queloide, um longo período de reabilitação pós-cirúrgica, recusa da exposição à radiação ultravioleta e invasão do procedimento. Também raramente surgem complicações na forma de vermelhidão, coceira, cicatrização no local de uma excisão ou aumento da temperatura corporal.

Remoção a laser

O padrão ouro da medicina moderna em matéria de remoção de tumores é representado pela remoção de papilomas por um laser. Nas clínicas modernas, existem muitas variedades de equipamentos para remoção a laser, de modo que, em cada caso, existe a oportunidade de escolher a ferramenta mais adequada. Mais recentemente, a remoção de papilomas deixou cicatrizes, mas hoje a técnica do laser permite manter a beleza da pele sem alterações visíveis.

A base da terapia com laser de papiloma é a vaporização, isto é, a capacidade do feixe de cauterizar o tecido e evaporar a umidade que dá vida a partir de sua superfície. Os dispositivos permitem dosar a duração e intensidade da exposição dos raios à pele, dependendo da natureza do tumor. Neste caso, o raio laser pode ser pulsado ou contínuo. Sua inversão é suportada por um meio líquido, gasoso ou sólido, com base no qual as ferramentas para realizar este procedimento podem ter nomes diferentes. Um feixe de laser monocromático com um comprimento de onda fixo e o grau de absorção do meio aquoso atua no crescimento em um período de tempo estritamente definido.

O procedimento de remoção a laser ocorre em várias etapas:

  • Primeiro, o médico realiza a dermatoscopia e determina o tipo de laser que será usado;
  • o local de exposição é tratado com anestésico local;
  • Sessão de remoção a laser dura vários minutos;
  • quando o procedimento termina, o local de exposição é desinfetado e um curativo estéril é aplicado a ele, se o contato com roupas nessa área for possível;
  • o paciente fora da clínica oferece tratamento de feridas reabilitadoras.

Após a remoção a laser dos papilomas, os pacientes são proibidos de tomar banho de sol, visitando piscinas e centros de spa, tomando banho, usando quaisquer cosméticos na área da cicatriz.

Essas restrições são temporárias e são negociadas por um especialista e paciente antes de sair do hospital.

A remoção a laser tem várias contra-indicações, tanto relativas quanto absolutas, definidas em cada caso. Na maioria das vezes, a técnica não se destina a diabetes, a presença de herpes, febre, gripe e SARS, doenças dos órgãos formadores de sangue.

Métodos folclóricos

Ervas

Desde os tempos antigos, os curandeiros destruíram todas as manifestações da papilomatose com a ajuda de várias infusões de ervas. Muitas receitas chegaram aos tempos modernos, porque são marcantes na sua eficácia e na ausência de efeitos negativos no corpo.

Um popular remédio popular para o HPV é a tintura de absinto. Com sua ajuda, você pode se livrar de formações em toda a superfície do corpo. O mais importante é saber exatamente quando e como é necessário colher a erva para o medicamento. O uso de tais drogas rapidamente se livra de tumores, sem causar problemas com o tratado gastrintestinal e a pele. A infusão de absinto é muito útil, incluindo alcalóides, proteínas, óleos essenciais, substâncias resinosas, anabsintina, taninos, fitonídios, ácido málico, ascórbico e succínico de natureza orgânica. Um conjunto tão rico de utilidades ajuda com a ajuda da tintura de absinto para resolver vários problemas de saúde.

O absinto deve ser coletado de uma maneira específica. Os mais úteis nesta erva são as folhas e flores, mas o caule espesso para a tintura não é adequado. Raramente para fins médicos, é aconselhável remover a raiz do absinto do solo. Todas as partes coletadas da planta são lavadas e colocadas em uma superfície plana para secagem. No processo de secagem, a grama precisa ser trocada periodicamente para que não seque. A grama seca acabada é armazenada em um frasco de vidro seco com uma tampa apertada.

Tintura cozida contra papilomas de absinto não só aliviará este problema, mas também eliminará a microflora patogênica, e também terá um efeito benéfico no estômago de uma pessoa.

O curso de tomar tintura para papilomatose - pelo menos 2 semanas, após o que uma pausa no tratamento. Cada uma das tinturas possíveis é ingerida 5 gotas até 6 vezes por dia.

Tintura de absinto pode ser preparada em óleo, álcool ou conhaque. Para tintura de óleo vai precisar de 25 gramas de sementes de absinto e 0,5 xícaras de azeite. As sementes são esmagadas em um moedor de café e colocadas em um recipiente de vidro escaldado com água fervente. Em cima das sementes são derramadas com azeite, tudo é misturado e coberto com uma tampa apertada. A mistura é infundida por três dias em uma fria, filtrada e pronta para uso.

Uma tintura alcoólica é feita a partir de 100 gramas de pó de absinto com base nas folhas de uma planta esmagada em um liquidificador e 0,5 litros de vodka. Tudo é misturado e infundido em vidro por 10 a 14 dias, depois filtrado e aplicado como pretendido. A tintura deve ser armazenada na geladeira.

Para a preparação da tintura de absinto em conhaque, você precisará de 50 gramas de raiz de planta triturada e um copo de conhaque. Os ingredientes são misturados e enviados para um banho de água para evaporação por 30 minutos. Depois disso, a ferramenta é filtrada e enviada para um local escuro por 5 dias.

Antes de usar a tintura de papillomatosis de absinto é necessário levar em conta as possíveis contra-indicações a tal tratamento. Em primeiro lugar, é impossível usar o produto se você é alérgico a plantas aster. Em segundo lugar, por causa do efeito estimulante, a tintura de absinto é contra-indicada para pessoas com gastrite, uma úlcera e aumento da acidez do estômago. Também é importante lembrar sobre a toxicidade do absinto e a limitação rigorosa da quantidade de seu uso. Em qualquer caso, na véspera do tratamento, é necessário consultar o seu médico sobre a possibilidade de usar tal medicamento.

É muito útil para o tratamento de papilomas e celandine, contendo em sua composição um ácido especial que contribui para a morte de verrugas. Você pode preparar a partir de uma pomada de celandine ou usar seu suco puro.

Para a preparação de unguento de celandine contra papillomas, o próprio celandine e qualquer creme de mãos são necessários. Erva seca celandine esmagado e misturado com creme. Este unguento mancha a formação, o adesivo é aplicado no topo por 3 horas. O procedimento deve ser realizado duas vezes ao dia até a eliminação do papiloma. No entanto, esta pomada pode ser usada na pele do corpo, com exceção do pescoço e face.

Também para o tratamento de papilomas, você pode preparar um extrato de ervas, para o qual em proporções iguais (1 colher de chá cada) o rabo de cavalo, erva-cidreira, raízes de dente-de-leão, banana e urtiga são misturados. A mistura é esmagada e, em seguida, 3 colheres de sopa de ervas são derramadas com um litro de água fervente e tudo isso é fervido por 10 minutos em fogo baixo. Depois que a infusão é removida do fogo, ela deve ser insistida por várias horas.

A tintura acabada é usada antes das refeições para o copo por 7 dias. A ferramenta fortalece o sistema imunológico e, por sua vez, contribui para a auto-reabsorção dos papilomas.

Alho papillomas

É muito rápido e fácil de se livrar de papilomas no rosto com remédios à base de alho. Você pode fazer uma pomada de alho moendo e adicionando um par de colheres de qualquer cara comum ou creme de corpo. O alho cremoso é misturado e aplicado ao papiloma por várias horas. No processo de exposição a essa pomada, o paciente pode sentir queimação, que é a norma para essa formulação. No entanto, esta terapia não pode ser realizada na presença de uma alergia ao alho.

Outras contra-indicações para o tratamento com alho podem ser expressas pelo médico assistente do paciente, portanto, antes de iniciar qualquer manipulação com remédios populares, é necessário consultar sobre a possibilidade de sua realização com um especialista.

Soda para tratamento

Bicarbonato de sódio tem sido tratado em casa por muitos problemas de pele, incluindo papilomas. Uma característica do refrigerante é a sua capacidade de alcalinizar um ambiente ácido, que provoca fortalecimento da imunidade, excreção de escórias, cria condições desfavoráveis ​​para bactérias e micróbios patogênicos. Como resultado, os vírus no corpo deixam de se multiplicar e morrem. Efeito também conhecido e anti-séptico e desinfetante da exposição à soda, que também é útil no tratamento de papilomas. Soda pode amaciar tecidos, eliminar os sintomas do vírus e suas manifestações - formação. O soda para o tratamento do HPV é utilizado internamente, sob a forma de loções inalatórias e locais.

Para melhorar os processos metabólicos no corpo e fortalecer o impacto da solução de bicarbonato de sódio é usado, que deve ser bebido. Ajuda a superar o HPV internamente, ajuda a reduzir as manifestações externas e até o completo desaparecimento dos papilomas. Para preparar tal solução, misture meia colher de chá de refrigerante com um copo de água e beba duas vezes ao dia entre as refeições com o estômago vazio. O uso desta ferramenta rapidamente contribui para a cessação do crescimento de papilomas e reduz aqueles que já apareceram.

Para prevenir a malignidade do tumor e a transformação de tumores em câncer, alguns curandeiros tradicionais sugerem beber uma solução de refrigerante no leite. É preparado a partir de 1 xícara de leite quente fervido e ¼ colher de chá de refrigerante. A solução usa-se três vezes por dia, em cada entrada subsequente a fração de massa do refrigerante aumenta ligeiramente até que a sua concentração no leite consiga 1 colher de sopa. No entanto, beber uma solução de refrigerante não é para aqueles que têm uma patologia do trato gastrointestinal.

Antes de usar esta receita, é melhor consultar um médico.

Inalações à base de soda são adequadas como uma técnica de imunoestimulação mais suave. Para inalação, você precisa ferver 1 litro de água, adicionar 3 colheres de refrigerante à água fervente, misturar, inclinar sobre a panela, colocar uma toalha na cabeça para evitar que o vapor escape e respirar a fumaça até que a água esfriou. Gastar inalação várias vezes ao dia durante 5 dias.

No entanto, as receitas mais comuns com base no refrigerante são aquelas que são usadas na forma de loções no papiloma emergente. Para preparar a solução para loções, adiciona-se um pouco de água ao refrigerante e prepara-se uma mistura espessa. Esta mistura é aplicada ao crescimento e espera por secagem completa, e então é completamente removida sem lavagem. Repita o procedimento necessário 2 vezes ao dia. Você também pode fazer loções de refrigerante usando folhas de aloe, peróxido de hidrogênio, óleo de rícino, cascas de cebola. Todos eles visam drenar a superfície do papiloma e a sua morte independente.

Vinagre contra papilomas

Quando papilomas ocorrem, receitas populares baseadas em vinagre são frequentemente usadas. O vinagre de maçã é mais adequado para esses fins, uma vez que é o menos tóxico e natural em suas propriedades. Se você usar o vinagre corretamente, o tecido danificado será destruído e gradualmente morrerá. Vinagre ácido queima as verrugas do interior, como resultado de que eles secam e morrem dentro de um curto período de tempo.

Para remover o papiloma com vinagre, você precisará das seguintes ferramentas e ferramentas:

  • qualquer pomada (creme);
  • tesoura;
  • atadura estéril;
  • gesso adesivo;
  • almofadas de algodão;
  • pipeta

Primeiro, a área da pele com papiloma é cuidadosamente lavada com água e sabão e seca, e então uma camada espessa de unguento é aplicada ao redor do crescimento para proteger a pele saudável. Disco de algodão deve ser umedecido em vinagre de maçã e anexado ao crescimento. Em cima de tudo isso é fixado com uma bandagem estéril e fita adesiva e deixou por pelo menos um par de horas e, de preferência à noite. Sob o curativo, o paciente normalmente deve sentir queimação e latejar, no entanto, se a dor for muito intensa, a aplicação deve ser interrompida e a verruga deve ser lavada com água limpa.

Se os crescimentos tiverem uma superfície pequena, eles podem pingar vinagre diariamente de uma pipeta e dentro de 2 semanas as verrugas morrerão.

Sabão em pó

O sabão de lavanderia age na pele em um caminho de secagem - extrai a umidade deles, leva à secagem e morte celular gradual. Esta propriedade é muito útil na remoção de papilomas em casa. É a umidade dentro das células do neoplasma que contribui para sua atividade vital e, se parar de fluir, a verruga secará e desaparecerá.

O método mais comum de tratamento de papilomas com sabão é a aplicação noturna no campo da neoplasia. Depois de tomar um banho, a área com papiloma é molhada e abundantemente esfregada com sabão em pó sem prejuízo para o crescimento.

Depois de aplicar uma camada espessa de sabão, você deve esperar secar e ir para a cama. De manhã, lave o sabão com água e repita o procedimento à noite.

É impossível executar tais manipulações em papillomas onde o processo inflamatório começou. Tais tumores são dolorosos, avermelhados, perturbam, mudam de forma e tamanho. Isso geralmente ocorre no dia 4-5 após o início do uso de loções noturnas. Neste caso, o uso de sabão em pó deve ser interrompido e o corpo deve ser autorizado a lidar com o crescimento.

As especificidades do tratamento em mulheres

A derrota dos órgãos genitais internos e externos

Na medicina moderna, o tratamento da papilomatose em mulheres é realizado por vários métodos, mas ainda é impossível eliminar completamente o HPV do corpo. Portanto, qualquer tratamento é direcionado para a eliminação individual dos sinais clínicos da doença.

No tratamento do HPV, os órgãos genitais internos e externos das mulheres têm muito em comum. A única diferença é que na identificação de tumores nos órgãos genitais externos, especialistas podem prescrever drogas imunomoduladoras da mesma direção e, no caso de HPV, nos órgãos genitais internos (membranas mucosas), drogas mais fortes são usadas para prevenir o desenvolvimento da oncopatologia.

O tratamento da papilomatose dos órgãos genitais em mulheres pode ser realizado por métodos destrutivos e terapêuticos. Os métodos de tratamento destrutivo incluem excisão cirúrgica de papilomas com um bisturi para grandes lesões, crioterapia com congelamento com nitrogênio líquido, remoção de neoplasias a laser, remoção de ondas de rádio de papilomas (principalmente no HPV dos genitais internos da fêmea), remoção química. Os métodos terapêuticos de tratar o HPV em mulheres incluem a terapia imunomoduladora, que consiste em tomar imunomoduladores e agentes antivirais, complexos vitamínicos. Além disso, o efeito dos medicamentos antivirais ajuda a lidar com a função anti-recidiva do tratamento.

Papilomas intraductais

Devido ao fato de que os especialistas em papilomas intraductais são referidos como condições pré-cancerosas das glândulas mamárias, uma característica do seu tratamento é o uso de métodos exclusivamente cirúrgicos. No caso do cistadenoma papilar, os cirurgiões realizam uma ressecção setorial das glândulas mamárias, removendo tecido com ductos modificados. Tal operação é realizada através de uma incisão periareolar, que permite, no futuro, preservar tanto a forma quanto o tamanho da glândula mamária sem o uso de mamoplastia.

Se uma mulher tem um câncer papilar intraductal, então a mastectomia radical é usada como tratamento.

A fim de prevenir a oncologia na glândula mamária, os médicos recomendam a triagem mamária regular, o tratamento de mastopatias nos estágios iniciais, prestam muita atenção às patologias dismmoniais e inflamatórias na área genital feminina.

Tratamento em homens

O tratamento do HPV com manifestações nos órgãos genitais masculinos é realizado com meios médicos e cirúrgicos. Neste caso, a terapia medicamentosa é projetada para suprimir o vírus, introduzi-lo em um estado anabiotico e ajudar a fortalecer o sistema imunológico.

Mesmo pequenos papilomas nos órgãos genitais masculinos não desaparecem sozinhos, então eles são geralmente removidos por métodos cirúrgicos:

  • eletrocoagulação usando corrente elétrica;
  • usando congelamento com nitrogênio líquido - cryodestruction;
  • usando um laser;
  • método de radiocirurgia - método sem contato baseado na exposição a ondas de rádio de certa freqüência;
  • cauterização com soluções químicas especiais;
  • excisão cirúrgica convencional com bisturi;
  • usando pomadas que podem eliminar crescimentos.

O método de remoção de papilomas nos órgãos genitais masculinos é escolhido individualmente, dependendo das características da infecção. Todos os métodos de destruição acima são reconhecidos pelos médicos como confiáveis ​​e podem ser realizados sem o uso de anestesia geral.

O que fazer se o papiloma for danificado

Em caso de danos na superfície do papiloma, o processo inflamatório pode começar nos tecidos afetados. Externamente, isso se manifestará em uma mudança na cor do crescimento, inchaço, vermelhidão, ardor e coceira da formação. A partir da ferida começa a vazar sangue, misturado com pus ou fluido seroso com um odor desagradável. Se o estado de imunidade estiver em condições satisfatórias, logo o local da tensão secará e nenhum desvio será visto. No entanto, existe o risco de um tumor maligno.

Lesões graves (queimadura, pentear, arranhar) podem causar a disseminação do HPV para os tecidos vizinhos e o crescimento de novas formações. Tal processo é ainda mais suscetível à degeneração oncológica.

Se o papiloma ainda estiver lesionado, é necessário aplicar rapidamente uma zaragatoa estéril feita de um curativo ou algodão, que foi previamente umedecido com uma solução a 3% de peróxido de hidrogênio, e suportar tal aplicação por pelo menos 10-15 minutos. Depois de parar o sangue, a ferida é tratada com álcool para desinfetar a superfície da pele e evitar que infecções e fungos entrem na ferida. Na ausência de álcool, a descontaminação é realizada com iodo ou verde brilhante, embora esses fundos no futuro interfiram no monitoramento da condição da ferida.

Um curativo estéril é aplicado na ferida tratada, fixado com um gesso. Com uma separação completa do papiloma, ele deve ser colocado em álcool ou soro fisiológico e levado para o hospital o mais rápido possível para análise. Após os primeiros socorros para lesões do papiloma, é necessário consultar um médico que ajudará a determinar a condição da ferida e a possibilidade do surgimento de processos adversos. Quaisquer problemas com o local de separação e trauma de papilomas são uma razão para uma visita à oncologia.

Com sangramento significativo devido a danos no papiloma, uma lesão no angioma é diagnosticada - uma proliferação de vasos sanguíneos com um caráter benigno. O dano a angioma não é perigoso, em consequência desta patologia, a oncologia não se desenvolve.

Para onde ir em caso de doença

Na detecção de várias formações na pele na primeira etapa, é necessário consultar um dermatologista. Este médico irá realizar os diagnósticos necessários, determinar o tipo de vírus e determinar as ações futuras do paciente.

Na maioria das vezes, os dermatologistas são da opinião que quanto mais cedo o papiloma é removido, menor o risco de desenvolver consequências perigosas, no entanto, tudo é individual. O dermatologista dirá ao paciente qual especialista precisará realizar a remoção e qual método, neste caso específico, é melhor preferir. Além disso, o médico irá determinar o regime de tratamento adicional, após o qual será possível ir para uma consulta com um cirurgião.

Se papilomas ocorrerem na área genital, consulte um dermatovenereologista. Se a formação estiver localizada no ânus, o proctologista estará envolvido no tratamento de tal patologia. No caso de papilomas nas mucosas dos órgãos otorrinolaringológicos ou da cavidade oral, o paciente é encaminhado ao otorrinolaringologista. Os papilomas dos órgãos genitais nos homens são tratados por um urologista ou um dermatovenerologista, e em mulheres o ginecologista lida com esses problemas.

Autor do artigo:
Furmanova Elena Alexandrovna

Especialidade: pediatra, especialista em doenças infecciosas, alergista-imunologista.

Experiência total: 7 anos.

Educação: 2010, SSMU, pediatria, pediatria.

Experiência doenças infecciosas mais de 3 anos.

Ele tem uma patente sobre o tema “Um método para prever o alto risco da formação de uma patologia crônica do sistema adeno-tonsilar em crianças freqüentemente doentes”. Assim como o autor de publicações nas revistas VAK.

Outros artigos do autor

Loading...